11.2.13

Deviant Tales Livro 2 Ato 8 por Mel Kiryu



Livro 2 Deviant Tales
Ato 8

*Sonha que se sonha junto é realidade

                   Era uma fase ingrata para Kasuki Tadashi.
            Fase esta que para ele já perdurava em demasia.
         Tinha perdido seu emprego como baterista na banda de Jazz-rock, o Pub onde tocava havia fechado com a prisão de Izanami Kentaro.


           Apenas podia contar com o salário recebido no Conservatório como professor de bateria.
        E havia quase dois meses que andava morando sozinho naquele casarão que antes costumava dividir com Hisashi Akira.
           Naquele mês de Julho seria o casamento de Akira e Nishitami... Nem queria saber o dia, não iria de qualquer forma, ignorava de propósito.
                   Kasuki e Akira andavam distantes, como se nunca tivessem sido amigos.

            Naqueles primeiros dias de Julho, chegou em casa depois de ir trabalhar no Conservatório.
Jogou as chaves numa prateleira, nem sabia o que ia fazer... Todos os dias eram miseravelmente iguais.
             Iria encher a cara de novo?
                  Provavelmente.
        Ficou cabreiro assim que ouviu um barulho no segundo andar da casa.
               Ué... Agarrou uma vassoura e subiu os degraus na miúda.
                    Era o que faltava... Ser assaltado.
                     Por que não a morte de uma vez?

Ouviu um barulho vindo da cozinha.
Parecia alguém mexendo na gaveta de talheres.
Que bendito ladrão ia mexer em colheres?...
Espiou no maior nervoso com aquela vassoura na mão...

             Ficou com a maior cara débil, alguém tinha tido a ideia de atacar a cerveja antes dele!
                  “Que diabo! Mas, não é o Akira?...”
          Só que antes que pudesse dizer qualquer coisa, Akira o encarou limpando o queixo por onde a cerveja havia escorrido abundante.
__Kasuki-san... Que faz com essa vassoura na mão?
__Varrendo, ora...__ Kasuki fez uma careta para disfarçar a verdadeira intenção.__ Que se faz com isso, ne?... Mas, que porra é essa? Tu não tinha se mandado, Akira?...
__Varrendo?... Por um momento achei que ia me cacetar, isso sim...
              Akira deu os ombros e deu uma boa golada na lata.
__Bem que tu merecia uma cacetada nas ideias...__ Kasuki retrucou de mau-humor, largando a vassoura num canto.__ Pra que tu voltou? Pra roubar minha cerveja, é?...
             Kasuki foi até a geladeira e pegou uma lata para si, não recebeu uma resposta de Akira. Virou o lacre puxando o anel e também se serviu da cerveja descendo gélida pela garganta.
          Se virou e encontrou Akira sério, mas não o fitava e sim encarava com um olhar vazio a lata em sua mão.
__Akira... 'Cê 'tá legal, mano?
__Sei que eu sumi e a gente nem tem se falado... Mas... Ainda tenho um quarto nessa casa, Kasuki-san?
__Ué, cara... Teu quarto 'tá no mesmo lugar, manja?__ Kasuki franziu a testa meio besta.__ Mas... E seu lance com a Nishitami?... Saca?... O casório, mano.
__Nishitami terminou comigo, Kasuki... Não vai ter casório, 'tá legal?
         Era para se sentir feliz da vida por Akira estar de volta e mais ainda porque estava enfim sem Nishitami. Contudo, Kasuke olhava para seu amigo e se sentia mal, mal... Pior do que antes quando estava sem ele.
__Cara... Poxa... Eu sinto muito mesmo...__ Kasuki disse com pesar sincero, se encostando próximo a Akira.__ Se bem... Que eu fiquei “malzão” quando tu foi embora... Nem acredito que cheguei a ficar com raiva... Tu devia me bater, sabia?
__Não por isso... Também fiquei com raiva de você, Kasuki.__ Akira admitiu terminando com sua latinha.
__De mim?... Que eu fiz, cara?
__Isso vai parecer estranho... Não, 'pera... É estranho pra caramba...__ E Akira protelou amassando a latinha entre os dedos.__ Ah, sei não... Esquece isso.
           Não estava entendendo nada, vai ver que Akira já tinha tomado umas e nem sabia mais o que estava dizendo. Por isso Kasuki riu malandro, jogando o braço meio bruto no ombro de Akira.
__Eu senti sua falta, mano... Tô feliz que 'tá de volta, mas... Não tô feliz que terminou teu lance com a Nishitami e... Ah! Merda... Me embolei todo... Mas, tu sacou o que eu disse, ne não?__ Kasuki riu coçando o nariz pândego.
           Todavia, Akira não riu, virou seu rosto e fitou Kasuki com seus olhos lilases, tendo o cabelo comprido preso num rabo-de-cabelo caindo descuidado por seu outro ombro.
__Kasuki... Lembra quando você tomou aquele porre... E disse que me amava?
           Tinha algo na voz do Akira e Kasuki não sabia decifrar, mas estava preso ao olhar dele, era tão lindo...
__Se lembro daquele vexame... Por que 'tá me perguntando isso, Akira?
__Você ainda me ama, Kasuki?
           Estava ficando louco, só podia... Tinha mesmo ouvido aquela pergunta? Akira estava mesmo olhando em seus olhos com um ar tão sensual? Estava ficando de pau duro apenas em encarar o rosto tão bonito, tão próximo de seu amigo.
__Pô, que pergunta... Seguramente, eu diria que sem sombra de dúvida... Eu não apenas te amo... Como sou... Completamente louco por você, Akira...
          Não acreditava nas próprias palavras, mas era tudo que conseguia dizer inteiramente hipnotizado pela visão do rosto, do olhar tão nu e doce de Akira.
__Então...__ Akira disse tendo a voz levemente trêmula.__ Poderia me beijar?...
           Diante de um pedido tão suave, Kasuki se inclinou apenas um pouquinho se dando conta que a boca de Akira estava mais perto do que pensara e no que seus lábios tocaram os dele viu Akira fechar os olhos e o corpo dele também estrecia contra o seu. Vagorosamente, sua língua desligou entrando na boca quente e naquela plenitude deliciosa com suas línguas alinhadas Kasuki apertou Akira contra seu corpo.
          Não havia nada que quisesse mais na vida, não entendia, seu coração festejava arrítmico, enlouquecido no peito... Era um sonho, só podia...
                    E nunca mais ia acordar.

Nota da autora: *O título do capítulo é um trecho da música Prelúdio de Raul Seixas.
Como o Kasuki e o Akira aparecem pouco na estória, se quiser lembrar como são os personagens, acesse a página de personagens AQUI.    

16 comentários:

  1. Olá Mel^^
    Kasukki e Akira finalmente juntos até parece um sonho né? Ainda bem que o Akira não se vai casar

    ResponderExcluir
  2. E eles ficaram tão lindinhos juntos, né?
    Nem eu pensei que fariam um casal tão bacana...

    ResponderExcluir
  3. Mas fazem mesmo espero que agora o seu namoro não tenha muitos atritos.
    Gostei dos seus desenhos, principalmente do Usagi-san o do Seiji está muito fofo

    ResponderExcluir
  4. Ainda não sei bem se haverá atritos... Mas, como é algo novo para o Akira... Ele pode ter umas dificuldades para lidar com essa nova realidade.

    daqueles rabiscos?
    Ah, obrigada! Muita gentileza sua...
    O Usagi ficou mais terminado, né?
    Já o Yuki ficou no esboço...

    ResponderExcluir
  5. Isso é mesmo, mas acho que o Akira vai se adaptar bem ou espero:)
    Foi sim mas ambos estão bonitos porque não desenha mais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai ter mais um capítulo com o Akira e o Kasuki, vai poder tirar alguma conclusão.

      Rima, você desenha muito melhor do que eu...
      Eu gosto de desenhar, mas não posso dizer que sou desenhista.
      Acho que me saio melhor como escritora mesmo.

      Excluir
  6. Ansiosa por ele...
    Não quero ser convencida mas acho que tenho que concordar consigo, mas quando sem nenhuma imagem para me basear consigo fazer desenhos bem toscos mesmo

    ResponderExcluir
  7. Viu?
    É bobagem eu desenhar... A não ser como passa-tempo quando me dá na telha.
    Deixo o desenho contigo! =)
    Estou escrevendo o capítulo 12 já!
    E fiz aquela experiência de colocar um shotacon na estória...
    Vamos ver o que vai achar...

    ResponderExcluir
  8. Desenhar é como entrar noutro universo por isso que eu gosto, mas muitas vezes tem desenhos que nem eu sei explicar devidamente....
    Que bom que vai ter o shotacon, darei minha opinião quando ler^^
    Eu comecei a escrever a cena entre o Kaname e o Kaito mais ainda não terminei

    ResponderExcluir
  9. A escrita funciona assim pra mim... Tal como o desenho funciona para você.
    Hum... Essa cena entre o Kaito r o Kaname deve estar muitíssimo interessante!

    ResponderExcluir
  10. Nem muito ainda vai muito no inicio, mas vou-me esforçar para isso^^
    Ás vezes tenho medo dos meus desenhos isso nunca aconteceu consigo?
    Antes eu coloria, mas depois de alguns certos alguém perceberem que as cores que utilizava reflectiam meu estado de espírito deixei de pintar

    ResponderExcluir
  11. Aconteceu sim...Mas, só não desisto de desenhar porque faço por lazer.
    Não sou boa em colorir, pareço uma criança de 5 anos colorindo!
    Daqui a pouco volto, vou fazer o jantar...

    ResponderExcluir
  12. Faz muito bem não desistir^^
    Acabo mais desenhando por lazer também..
    Eu acho que já foi melhor colorindo... isso porque exigiam de mim

    ResponderExcluir
  13. Mel vou ter de sair
    Beijinhos e até amanhã

    ResponderExcluir
  14. Ok, Rima... Foi um prazer teclar contigo.
    Até amanhã!

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...