12.2.13

Deviant Tales Livro 2 Ato 9 por mel Kiryu



Livro 2 Deviant Tales
Ato 9
O medo de amar e o medo de ser

                  Não tinham chegado ao sexo.
         Então, Kasuki que acordava de um cochilo, demorou um pouco a se localizar.
Estava mesmo perplexo.
          Primeiro porque realmente tinha dormido aconchegado em Akira e segundo, percebeu que estava no quarto dele, sobre a cama do quarto.

       Afundou as narinas em meio as madeixas longas, o cabelo de Akira tinha um cheiro doce, era macio, era melhor do que suas fantasias mais descabidas.
       Passou o braço pelo corpo dele e através da camisa desabotoada sentiu o calor vívido da pele e Kasuki se perguntava qual era a razão dessa súbita virada, como seu melhor amigo comprometido há cinco anos com a mesma garota, de casamento marcado, agora estava deitado seminu com ele depois de quase fazerem sexo?

               Sentiu o braço de Akira deslizar por cima do seu e de pronto seus dedos se espalmaram com vontade ainda maior na pele descoberta pela camisa desabotoada.
__Kasuki-san...__ A voz de Akira soava preguiçosa.__ Tem muito tempo que acordou?...
__Que nada... Se é que eu acordei mesmo, cara.
Kasuki tinha a voz boba, há tempos não se sentia assim... Feliz.
__Desculpe perguntar isso... Pode parecer idiota, mas... Por que Nishitami terminaria contigo?
Akira virou o corpo devagar para a direção de Kasuki e seus olhares se encontraram naquela cama.
__Foi bem esquisito, Kasuki... A verdade é que Nishitami foi quem percebeu antes que eu mesmo pudesse me dar conta... Eu estava disposto a casar com ela, pra valer... Até que ontem ela disse: “A gente não pode se casar, se você está gostando do Kasuki.”
__'Pera aí! Quer dizer que é por isso que tu 'tava me evitando?__ Kasuki apontou para si mesmo enfático, franzindo a testa.__ Fala sério que você contou pra ela que 'tava afim de mim?...
         Akira exalou um micro suspiro, deslizou seus dedos no braço de Kasuki e fez ele se arrepiar ao toque.
__Não... Sabe aquele dia em que você deixou o Jin e o Seiji-kun namorarem na sua cama?__ E Akira olhou com sua peculiar tranquilidade nos olhos agitados de Kasuki.__ Eu ia saindo desse quarto, quando vi você batendo punheta no corredor...
__Huh? Nem sabia dessa!
__Primeiro eu fiquei constrangido e fiquei realmente chocado quando me vi excitado... Nunca que eu tinha ficado teso por um homem e depois disso, Kasuki... Fiquei pensando em você e fui morar com a Nishitami para ver se me acalmava.
__Cara... E eu que pensei que você estava puto comigo!
__Me perdoa, Kasuki-san...__ Akira replicou segurando a mão de Kasuki e deixando-a sobre seu peito nu.__ Mas, foi muito estranho pra mim desejar um homem, ainda por cima meu melhor amigo... Nem percebi que comecei a ficar distante da Nishitami e do nada começamos a discutir e eu acabei gritando com ela e em vez de chamá-la pelo nome, eu disse “Kasuki”... Ela compreendeu antes de mim que eu estava gostando de você.
          Kasuki ainda estava processando a informação, era tudo tão súbito! Sabia que devia estar com cara de imbecil enquanto encarava o rosto inebriante de seu amigo.
__Por isso...__ Akira continuou logo sentindo a saliva fugir da boca.__ Quero que me toque... Quero ser beijado...

            E sua própria mão fez a palma de Kasuki deslizar por um de seus mamilos e nisso suas bocas se tocaram num pequeno beijo crescente de desejo.
__Mas... Ainda não estou pronto para fazer sexo...__ Akira hesitou num sussurro, nem bem seus lábios se separaram.__ É assustador imaginar, sabe... Um pênis entrando...
__É...__ Riu Kasuki a imaginar e logo adquiriu um olhar devasso.__ Mas, pra isso existe lubrificante... Hum?
E ergueu cômicamente as sobrancelhas, arqueando um sorriso ainda mais devasso que o olhar.
__Pára de rir, Kasuki!...Nem faz essa cara... Eu não sou gay, 'tá legal?
E mesmo protestando, Akira também riu gostoso enquanto trocavam beijocas suculentas.
__Não... Que gay o que!__ Kasuki zombou rolando para cima de Akira.
__Isso aí...__ Akira disse num tom mais sério e contudo, afetuso.__ Só estou gostando mais do que deveria do meu melhor amigo...

          Não podia dizer que estava apaixonado, isso também era assustador. Não sabia mais se tinha amado Nishitami, há cinco anos passados havia se apaixonado por ela, era também sua velha amiga e passara infindáveis meses imaginando uma vida toda ao lado dela.
             Agora, Akira não sabia de mais nada.
          Bebia das próprias palavras enquanto dizia com lentidão poética:
         “... Só estou gostando mais do que deveria do meu melhor amigo...”

           Era melhor se convencer que era apenas isso, porque ainda que fosse irresistível, ainda que quisesse em demasia os beijos, o toque ardente e deleitoso de Kasuki... Akira tinha medo dessa nova realidade.
           Tinha medo de passar a amar outro homem.
           Desconhecia a si mesmo enquanto sentia a ereção de Kasuki mais uma vez se insinuar contra seu corpo, descobrir o modo como seu amigo o desejava despertava em si uma volúpia ainda maior.
                       Ardendo e se consumindo indefinidamente...


69 comentários:

  1. Olá Mel
    Nota-se o medo do Akira mas acho que só vai passar com o tempo

    ResponderExcluir
  2. Hum... Acho que o Kasuki vai precisar de bastante paciência... ^^"
    Mas, bem... Eles tem a vida toda pela frente.

    ResponderExcluir
  3. Isso é mesmo, mas ele também teve tanto tempo calado que agora de certeza que terá paciência

    ResponderExcluir
  4. Isso é... Mas, o Kasuki vai ficar doido de tesão e vai ter que se virar a moda antiga... :)

    ResponderExcluir
  5. É... Tô louca para escrever essas partes, vai ser meio engraçado.
    Mas, hoje vou escrever sobre o aniversário do Seiji.

    ResponderExcluir
  6. Eu quero ler...^.^
    eu tou escrevendo mas estou meia lenta

    ResponderExcluir
  7. Ainda vou começar a escrever... Está muito quente hoje, também estou um pouco devagar.

    ResponderExcluir
  8. manda um pouquinho de calor para aqui, aqui está tanto frio...

    ResponderExcluir
  9. Seria bom mesmo se a gente pudesse dividir o calor e o frio...
    Vou ver se começo a escrever agora... Só tenho que organizar os fatos.

    ResponderExcluir
  10. Era mesmo
    Eu vou beber um leitinho quente volto logo...
    Boa escrita^^

    ResponderExcluir
  11. Sim, vai lá... Eu aqui bem que preciso de um suquinho gelado ^^"
    Obrigado, darei o meu melhor.

    ResponderExcluir
  12. ontem fiquei pensando no seu comentário, você achou meu capitulo melancólico, mas eu não tive essa sensação quando escrevi

    ResponderExcluir
  13. Então, vai ver que eu que estou melancólica...
    Sabe como é.
    A gente pinta tudo em volta conforme a gente sente.

    ResponderExcluir
  14. Não me diga que anda melancólica?

    ResponderExcluir
  15. Eu sou permanentemente melancólica... É uma faceta da minha personalidade.

    ResponderExcluir
  16. Ah... entendo, eu tenho momento assim mas acho que não posso dizer permanentemente

    ResponderExcluir
  17. Essa deve ser uma das razões que me levam a chorar quando às vezes escrevo partes mais profundas... Eu vejo uma dose excessiva de tristeza porque pra mim a tristeza é bela.

    ResponderExcluir
  18. A trsiteza é complexa de mais, acho partes bonitas nelas, mas outras nem tanto, fazem-me criar ódio e sentir mal

    ResponderExcluir
  19. Faz parte da tristeza a gente sentir também raiva e negação... Principalmente quando alguém importante, alguém querido vai embora da nossa vida.

    ResponderExcluir
  20. Quanto a isso tenho tido sorte por enquanto...
    Acho que me deixa mais triste a maldade dos outros

    ResponderExcluir
  21. Sabe... Eu tento não pensar na maldade dos outros, nem na dor dos outros.
    Pode ser egoísmo da minha parte, mas a mim basta minha própria dor, minha própria incerteza...

    ResponderExcluir
  22. Eu acho difícil de pensar assim...
    Mas não acho que seja egoísmo

    ResponderExcluir
  23. Difícil é... Mas, se eu me apegar as dores das outras pessoas, vou esquecer de viver minhas pequenas alegrias.
    Não me importo de me apegar a dor de um amigo, mas evito de sentir as dores de outros.
    Afinal cada um sabe o peso da próprio dor.

    ResponderExcluir
  24. Está certo, mas é algo incontrolável

    ResponderExcluir
  25. É... Mas, eu em minha infinita arrogância, às vezes prefiro pensar que posso controlar.
    Acho que não passa de uma forma de ficar na defensiva.
    E acho que passo essa faceta para o Misato na estória, mesmo sem querer.

    ResponderExcluir
  26. Mas o Misato é mesmo arrogante e insensível em toda a sua plenitude.
    ás vezes ficar na defensiva é melhor, mas arrogantes todos somos

    ResponderExcluir
  27. Coitado... Canso de dizer que Misato não é uma pessoa ruim...
    Ele só tem um modo muito singular de pensar e agir.

    ResponderExcluir
  28. Tá eu só me lembro que ele consegue ser boa pessoa quando me diz que ele não é uma pessoa ruim.
    Tem uma personalidade difícil...

    ResponderExcluir
  29. A culpa é minha, evidente... Afinal essa é a imagem que eu passo dele na hora que escrevo.
    Mas, acredite... Ele precisa ser durão, parecer insensível, é como ele se sente protegido, é como as coisas fazem sentido para ele.
    Mas, arrogante ele é mesmo...Isso não posso negar.

    ResponderExcluir
  30. Para ele ser assim parece que passou por algum trauma para não se querer ferir mais...
    Ele precisa de um pouco de açúcar para ficar mais doce

    ResponderExcluir
  31. O Misato já era assim na época em que conheceu o Raiden.
    Considerando que o Misato tinha doze anos, então com certeza deve ter sido um trauma de infância.

    ResponderExcluir
  32. O facto de ele não ter pai pode ser uma agravante...
    Eu sei o que é trauma de infância quando era pequena meu porco comeu os meus legos ç.ç (não tem piada)

    ResponderExcluir
  33. Na verdade o Misato tem pai, só não era presente porque estava sempre viajando... Isso deve ter mesmo contribuído.
    Você tinha um porco?... 0_o
    Que fofo...(Não a parte que ele comeu seus legos)

    ResponderExcluir
  34. Mas ele devia sentir muito a sua falta, talvez ele tenha saído ao pai...
    Tinha... chamava-se Mikey, a culpa foi minha em ter deixado os legos á sua descrição...
    Também tive coelhinhos que é mais fofo :3

    ResponderExcluir
  35. Nisso tem razão, o pai do Misato é mesmo sério e fechado.
    É carinhoso com quem tem intimidade... Mas, é bem seco com as pessoas em geral.
    Eu já tive porquinho da índia... Era tão fofo.
    Coelho é fofo também, mas não sei porque era um bichicho que eu olhava com desconfiança.

    ResponderExcluir
  36. isso hereditário, nem quero imaginar que as próximas gerações do Misato tenham o mesmo feitio que ele...
    Que fofo porquinho da Índia ^^ Coelhos são capazes de morder ou arranhar uma pessoa, eu gosto de coelhos menos no prato

    ResponderExcluir
  37. Mel vou ter de sair para o jantar
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  38. Okaeri.
    Li seu capítulo... Juro que o Rido tenha me passado pela cabeça, mas não compreendo o interesse dela na Yuka, isso está muito vago pra mim!
    E me pergunto se a kotori já estaria grávida do Yagari.

    Terminei o capítulo que estava escrevendo... A primeira parte do Ato 13.

    ResponderExcluir
  39. qualquer um teria interesse nela se soubesse do seu passado. Ele deve ser o único que sabe.
    Porque acha que ela pode estar grávida?

    Isso quer dizer que o seu capitulo vai ter duas partes?^^
    Eu terminei minha história entre o Kaname e o Kaito

    ResponderExcluir
  40. Pois é... Como não sei do passado dela, realmente me escapa o interesse que ele possa ter.
    Sei lá... Essa mudança brusca no humor dela me deu essa impressão...

    Sim, terá até 3 partes dependendo de como eu vá escrever.
    Opa! Eu quero ler! ^^"

    ResponderExcluir
  41. Ela ficou chateada por ele não dar valor ás coisas que ela faz e já não é a primeira vez Yagari não repara em nada...
    o passado será desvendado não sei quando, mas provavelmente assim que Rido voltar a aparecer...

    Três partes que bom^^
    eu lhe envio mas tenho a dizer que não ficou grande coisa e está pequenininho

    ResponderExcluir
  42. Hum... Entendi.

    É a primeira vez que escreve Yaoi?

    ResponderExcluir
  43. mas outros personagens acham o mesmo principalmente o Diretor Cross

    É sim a primeira vez, quer dizer eu fiz para um concurso uma história entre dois rapazes mas foi mas foi algo bem levezinho

    ResponderExcluir
  44. Eu achei delicioso, Rima! Gostei... Sempre imagino o kaname como uke!
    Você fez um shonen ai para o concurso, né?

    Você deixaria postar aqui como colaboração sua?

    ResponderExcluir
  45. eu também o imagino mais como o Uke^^
    Foi para um da Kyoko em que se tinha que desenhar os personagens e fazer a história eu ganhei por ser a única participante -.-"...
    Você acha que está bom para postar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você concordar em postar, veja a imagem que quer para ilustrar e me envie...

      Excluir
    2. Amanhã envio-lhe a imagem pode ser?

      Excluir
    3. Pode, Rima... O título também.

      Excluir
  46. desculpa me ausentar, estava esquentando o jantar.
    Claro que ficou ótimo!
    Eu gostei muito, Rima.

    ResponderExcluir
  47. Não tem problema.
    Se deseja postar por mim não tem problema não sei é se alguém vai ler...
    Mel eu ou ter de sair
    Falamos amanhã
    Beijinhos
    Agradeço por tudo

    ResponderExcluir
  48. Rima, depois me passa o título, postarei com prazer... Depois quando mandar o título, me diz que imagem quer e se quer que poste seu nome de autora como Rima mesmo... Vou colocar na categoria de One Shots.

    ResponderExcluir
  49. Pode sim, me envia a imagem e o título do texto.

    ResponderExcluir
  50. Amanhã lhe envio tudo não se preocupe ^^

    ResponderExcluir
  51. Obrigado!
    Fiquei entusiasmada em postar um one shot seu!

    ResponderExcluir
  52. Ola Mel
    o Akira e o Kasuki ficão fofinhos juntos
    admiro a coragem da Nishitami (acho que é assim que se escreve) por ter acabado com o Akira e ainda lhe dizer que ele gosta é do melhor amigo

    ResponderExcluir
  53. Desculpe a demora em responder, estava servindo o jantar.
    Ficam mesmo... Se eu soubesse tinha juntado os dois antes. ^^"
    A Nishitami é amiga de infância do Akira... Ela o conhece muito bem!

    ResponderExcluir
  54. Não tem problema
    Eu no lugar dela não sei como reagiria mas bem não seria, namorar com algum por 5 anos foi muito tempo

    ResponderExcluir
  55. Claro que feliz ela não ficou, afinal ela gostava e muito do Akira.
    Mas... Também ficar com alguém e não ser feliz... Não adianta, né?

    ResponderExcluir
  56. é realmente, mas como é quem não se importe disso mesmo que esse tipo de pessoas sejam raras

    Vou ter que sair ate amanha Bjinhox

    ResponderExcluir
  57. Eu acho que devia ter escrito a reação da Nishitami para vocês compreenderem melhor, né?
    É que seria um capítulo meio tenso, meio tristonho ela terminar com o Akira...
    E no momento tenho escrito capítulos melancólicos por conta da tristeza do Raiden.

    Até amanhã!
    Durma bem, viu?

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...