20.2.16

One Shot O Vizinho da Frente - Primeira parte por Taki Matiny


O VIZINHO DA FRENTE
(primeira  parte )

    Ao se aproximar da janela Erie viu pela primeira vez aquele homem , fumando de pé em frente a casa da frente . Os cabelos castanhos e lisos pendendo sobre o rosto pálido e os tristes olhos negros escondidos atrás das lentes transparentes dos óculos. Fazia anos que Erie morava ali e nunca havia visto aquele homem antes, " quem será ele ? "  se perguntou , mas sem se demorar muito naquela pergunta olha em direção ao notebook e pensa no prazo de entrega de seu próximo  livro que ele simplesmente ainda não começou a escrever. Olha novamente para o outro lado da rua mas o homem de cabelos castanhos não esta mais lá .

    Os dias vão se passando e Erie se vê observando aquele estranho , que todos os dias na mesma hora aparecia  em frente a casa para fumar ,sem perceber que estava apaixonado por aquele a quem observava .

_ Por que você não vai fala com ele ? _ Erie se assusta ao ouvi a voz da filha adotiva atrás de si .

_ Como ?! _ pergunta sem entender o que a garota quiz dizer .

_ O vizinho da frente , _ A menina se aproxima _ faz um tempo que notei que estava olhado ele . Vai la e fala com ele . _ Sugere sorridente e Erie sorri ao ouvi-la e diz :

_ Você fala como se eu fosse uma das suas amiguinhas de 15 anos apaixonada pelo garoto mais bonito da classe .

_ É quase isso . _ diz ela

_ Aya !!!

    A garota sorri divertida com a reação do pai , e o abraça dizendo :

_ Mas é sério pai , devia ir lá falar com ele _ A garota olha pela janela o homem do outro lado da rua _ O nome dele é Luke Matsuda se mudou pra cá há um ano e é viúvo faz uns quatro anos .

_ Mais um motivo para não perturba-lo _ diz  Erie , e se afasta da janela  _ Como você sabe disso Aya ? _ Ele se senta em frente ao notebook e recomeçou a digitar .

_ Eu estudo com as gêmeas filhas dele, e elas são minhas amigas ,  então elas me contaram . _ disse a moça _ também pediram que eu pedisse ao "senhor" pra se tornar amigo do pai delas _ ela suspira e olha o pai em suplica _ Elas disseram que ele precisa de um amigo .Vai pai  ajuda ! Se não vai fazer isso por você faz por mim .

    A garota faz carinha de gato abandonado para o pai que se dá por vencido e diz :

_ Tudo bem Aya você venceu, vou procurar o vizinho amanhã _ Erie suspirou olhando a filha _ Agora vai fazer algo pra gente comer enquanto o papai termina de escrever .

    A garota saiu do escritório deixando o homem sozinho , ele se levanta e vai ate a janela olha a casa em frente a sua desliza os dedos pelo vidro da janela e pensa :  " um ano ... Onde esse cara estava se escondendo ? "

       *  *  *              *  *  *              *  *  *

    Erie finalmente desliga o notebook e como todos os dias aquela hora , olha pela janela e lá esta o vizinho . Como o prometido pra sua filha ele sai do escritório e desce pra conhecer o "novo"  vizinho . Ele se aproxima do homem fumando apoiado no tronco de uma árvore , o homem trajava uma calça jeans e uma camisa fina apesar do dia extremamente frio .

_ Olá ! Sou Erie _ Erie começa tentando dialogar de forma descente com o homem a sua frente  _ Soube pela minha filha que faz um ano que se tornou nosso vizinho . Desculpe por ainda não ter lhe dado as boas vindas .

_ Sei quem  você é , eu sou Luke . E tudo bem , não fico muito em casa _ Respondeu o homem , que nem ao menos o havia olhado _ você mora na casa da frente não é ? _ pergunta olhando o escritor pela primeira vez  dando uma tragada no cigarro , jogando o que sobra no chão e pisando sobre ele apagando-o .

_ Moro sim ! Como você ..._ Erie se interrompeu frente ao olhar perspicaz do outro que sorriu e disse  :

_ Vi você me observando pela janela do andar de cima _ Erie enrubresceu ao ouvi-lo dizer isso _ na verdade venho fumar aqui todos os dias pra pode vê-lo ._ Luke confessou .

    "Nao acredito , ele viu aquilo?"  pensou Erie recuando um passo para trás .

_ Tudo bem ._ Ouviu a voz grave de Luke que agora tinha nas mãos grandes e frias no rosto do outro ._ não tem que se envergonhar , por muito tempo eu procurei alguém como você .

Seus rostos se aproximavam perigosamente , viu Luke fechar os olhos . Erie queria tanto sentir aqueles lábios nos seus mas ao contrário do que queria se afastou do moreno e disse :

_ Você está enganado , eu não sei do que está falando . com licença eu preciso trabalhar .

    Erie se afastou e entrou em casa , não pode ver Luke sorri e dizer :

_ Nao eu não estou enganado , nunca senti isso por ninguém nem pela minha esposa Kara . Você é especial Erie . Você me fez ama-lo antes de falar com você .

    Luke entrou em seu carro preto estacionado a poucos metros dali e se foi para o trabalho com um pensamento : "Você é meu Erie Yoshida " .

4 comentários:

  1. luke é do tipo q não perde tempo...nivel hard....kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Verdade, mas as vezes ele é rápido demais e isso assusta um pouco o Erie que achava viver um amor unilateral .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quando eu disse que o Luke "não perde tempo", não foi no bom sentido...mesmo levando em consideração que é uma oneshot, ele "foi com muita sede ao pote", qualquer pessoa em sã consciência se assustaria...

      ...se bem que o Erie tva afim, mas acabou fugindo...sei lá essa história me deixou confusa.

      Excluir
  3. Esse Luke é bem decidido....
    um passinho do lado do Erie e os dois já estavam aos beijos rrsrsrsrrs

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...