15.7.17

O Segundo Anjo - Crônicas de Antuerpéria Parte 4 Chapter 2 por Mel Kiryu


Parte 4 Chapter 2 O sangue unido ao mapa contínuo

        Etzel estava nas raias de sua inquietação.
      Não importava se ocupava um aposento confortável, se tinha alimento farto, ou um suntuoso quarto de banho ao seu dispor.
    As janelas do quarto estavam seladas com magia, o quarto permanentemente vigiado.
    Ainda que despusesse de muito espaço, sentia-se metido numa camisa de força.
    Na manhã seguinte a Assembléia do Conselho Supremo, Etzel estava de fronte a janela a observar pela vidraça límpida Miríades se estendendo como se não tivesse fim.

    Já havia dado incontáveis voltas em torno do quarto, mas agora estava imóvel. Tendo os braços vigorosamente cruzado sobre o peito.
    Seria possível que Jang e Shou tivessem conseguido escapar indo à oeste, para a cidade de Tau? Se sim, já estariam em alguma embarcação, em rumo a algum dos reinos vizinhos a Antuerpéria.
    Toda possibilidade o deixava louco de irritação.
    Seu corpo inteiro estava rígido, moveu instintivamente somente o olhar de um ametista frígido ao ouvir batidas na pesada porta que encerrava o aposento.
__Entre.
    Sua voz saiu acidamente entre dentes.
    Ouviu a porta abrir, mas se quer olhou para trás.
__Etzel...
    Era a voz de Lohan a saudá-lo calmamente.
    E Etzel fez um esforço para se mover ao virar-se meramente de lado, em sua face reinando uma expressão carrancuda e pouco paciente.
__Posso me sentar?
__Fique a vontade, Lohan... Qualquer coisa nesse quarto, ou mesmo nessa cidade é muito mais seu do que meu.
    Lohan ignorou o comentário árido e ocupou uma cadeira semelhante a que havia em seu próprio quarto, feita de madeira nobre e pérola.
__Por que também não se senta, Etzel? Tenho algo do seu interesse a ser tratado... Mestre Johannes já esteve hoje com você?
     Etzel respirou fundo antes de se mover, aproximar-se e sentar algo retesado na beira da cama.
__Hoje não...__ Etzel retrucou ressabiado.__ Mas, ontem ele comentou sobre um grupo de magos sair em missão.
     "E por isso mesmo, por menos que eu goste da ideia, espero que Shou esteja bem longe, o mais distante possível do território dos magos."__ Etzel pensou ao cruzar displicente uma perna sobre a outra, sua inquietude vazante em cada poro.
    Lohan pareceu recair numa breve reflexão antes de tornar a fitar o olho de Etzel, que esquadrinhava a pele de porcelana do outro mago.  
__Isso é muito importante, Etzel... Sabe que me tem como aliado, por isso pedi ao mestre Johannes que eu chefiasse a missão.
    Etzel parecia um espelho a refletir de volta as palavras, passando a vista de baixo para cima no mago de cabelos negros sentado à sua frente.
       O mago Necromante que também era amigo de seu irmão.
__E quanto a sua perna ferida, Lohan?
    A pergunta fez com que Lohan desviasse seu semblante contrafeito, apertando discretamente um lábio no outro.
__Já estive com Eledity na enfermaria... Ou não me deixaria em paz.
     Antes de voltar-se para Etzel, Lohan puxou de dentro da manga de sua túnica azul escura semi oculta por uma capa escura ornamentada com desenhos de arabescos o que parecia ser um pergaminho enrolado, preso por um fitilho cor de marfim.
     Dentro deste mínimo silêncio, Etzel apoiou o cotovelo sobre o joelho mirado-se em Lohan com um interesse renovado.
        Desconfiante e sagaz.
__Isso seria...
__Seu mapa contínuo.__ Lohan explicou segurando as duas extremidades do pergaminho ainda enrolado.__ Preciso que acrescente ao feitiço algum pertence meu... Somente assim posso lê-lo e saber onde Shou está.
__Lohan... Você acha mesmo que eu desejo que Shou seja encontrado pelo Conselho Supremo?__ Etzel inqueriu sombrio, sarcasmo latente na voz, no modo impertinente de sua sobrancelha se erguer.
__Etzel... Não tenho intenção de trazer Shou à Miríades como prisioneiro.__ Lohan argumento sério, a suspirar.
    Podia confiar em Lohan... Mas, não nos outros membros do Conselho!
   Etzel deixou a beira do leito macio e quase deu uma volta completa dentro do aposento, pequenos indícios de chama escapavam flamejando pelas pontas de seus dedos.
__Como espera que eu acredite nisso, Lohan?! Se eu mesmo sou um prisioneiro e é evidente que os anjos são tidos como inimigos! Johannes que dê seu jeito de encontrar Castiel!
    Lohan abandonou a cadeira que antes ocupava, longe de aparentar a agitação eminente de Etzel.
__Talvez você não saiba, Etzel... Mas, é possível que Castiel e Shou estejam vindo nessa direção.
    Etzel fechou os punhos, reprimindo as pequenas labaredas que escapavam por seus dedos.
   Sem deixar de estreitar o seu olho sobre Lohan. Era nesses instantes que o tapa-olho se tornava um incômodo, sentia-o como um verdadeiro corpo estranho em sua face.
     Ainda que estivesse oculto por um pedaço de franja.
__Está blefando.__ Etzel rosnou.__Só tem um meio de descobrir... Me dá esse mapa, Lohan.
__Faça primeiro o passo do feitiço que me permitirá ver os passos de Shou no mapa.
                  Lohan soou irredutível.
__Então... Deixe-me ir nessa missão junto com você!
__Mestre Johannes foi categórico, você não pode deixar Miríades.
    Os dois magos se confrontaram a trocar olhares num súbito silêncio.
   Se Etzel pudesse arrebentaria as paredes, se teletransportaria dali de algum jeito.
   Mas, um movimento em falso e saíram Consortes de todo lado, prontos para o imobilizarem com correntes mágicas impossíveis de quebrar.
   O que significava um passe gratuito para a prisão.
__Lohan, você sabe como Shou é importante para mim...__ Etzel suplicou, sem saída.
__Eu sei.
    A voz de Lohan era um sussurro cúmplice.
   Etzel inspirou forte e estendeu a mão para pegar o mapa envolto pelo fitilho marfim.
__O que você precisa para fazer o feitiço?__ Lohan perguntou por sua vez estendendo o mapa.
__Uma gota de sangue sua... Deve bastar.
    Desamarrou num puxão o fitilho e desenrolou o pergaminho de modo que a parte em branco ficasse para cima sobre uma mesa torneada em madeira escura.
    Lohan puxou um punhal antes preso a uma bainha amarrada em sua perna sã, sob a túnica azul escura e franziu levemente o rosto claro e austero ao fazer um pequeno corte na própria palma, próximo ao seu dedo anelar.
      Duas gotas viscosas e rubras caíram no meio do pergaminho.
     As pontas dos dedos de Etzel pareciam arder feito brasa, pronunciou de modo quase inaudível o encantamento e as pontas de seus dedos que pareciam arder uniram o sangue de Lohan ao mapa do feitiço contínuo.
__Está feito?__ Lohan indagou tentando estancar o sangramento da mão com um lenço.
    Sua voz como de costume notavelmente fria, ausente de sorrisos.
   Estranhamente, Lohan só costumava sorrir ao confrontar os inimigos durante as batalhas.
   As mãos de Etzel estavam apoiadas na beira da mesa, quando virasse a outra face do pergaminho, não apenas ele saberia por onde andava Shou.
      Também Lohan.
    Etzel respondeu a pergunta de Lohan meramente com um aceno de cabeça e virou num movimento preciso a face traçada do mapa.
    Os dois magos encararam atentamente os movimentos de Shou.
   
    O mago cego sentiu-se gelar.
    E Lohan olhou, sem compreender de todo:
__Mas, o que...
__Que raios!__ Etzel praguejou interrompendo o mago necromante ao seu lado.
__Por que iriam para as Ruínas de Ankh?
    Não conseguiu se controlar e acabou socando a mesa, Etzel sentiu vagamente a dor se propagar pela mão... As juntas queimando de raiva.
      Estava enganado, Miríades ainda não era o pior lugar.
       De todos os lugares em Antuerpéria, nada parecia pior do que os domínios de Saejin.
         

3 comentários:

  1. Logan é um homão, gosto dele. Kkkk

    Shou está em uma enrascada, tadinho :/ Deve ser terrível mesmo pra Etzel, tão teimoso e ativo, ficar preso nesse lugar sem poder fazer nada :-\

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *Lohan kk corretor querendo me passar a perna de novo

      Excluir
  2. OláMel
    tudo bem?
    Olha eu não acho o Lohan motivo de desconfiança... e Bem que o Etzel agora tem mais com o que se preocupar,agora que sabe que o Shou esta nos dominios do Saejin

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...